Loading...
Solicitação de Publicidade
ENVIADO COM SUCESSO

Fechar

ERRO AO ENVIAR

Fechar

ENVIAR PARA UM AMIGO
Newsletter
INSCRIÇÃO EFETUADA COM SUCESSO
Obrigado por subscrever este serviço

Fechar

INSCRIÇÃO NÃO EFETUADA
Email incorreto ou já existente

Fechar

load
ENVIAR PARA UM AMIGO
Preencha corretamente os campos assinalados

enviar

cancelar

ENVIADO COM SUCESSO

Fechar

ERRO AO ENVIAR

Fechar

ENVIAR PARA UM AMIGO
Luanda
Ter. 20 Outubro 20
Bengo
Benguela
Bié
Cabinda
Cuando Cubango
Cunene
Huambo
Huíla
Kwanza-Norte
Kwanza-Sul
Luanda
Lunda-Norte
Lunda-Sul
Malange
Moxico
Namibe
Uíge
Zaire
26
ºC
ºF
Precipitação 0%
Humidade 78%
Vento 7 km/h
+
O seu jornal de informação agrária em Angola
Falta de investimento e vontade política impede o desenvolvimento agrário de África
19 Julho 2018 0  Comentário(s)

A Presidente do Conselho Executivo de Pesquisa da Universidade de Wageningen, Louise Fresco, lamentou a falta de vontade política dos líderes africanos para o desenvolvimento da agricultura no continente.


Na cerimónia inaugural do Congresso 2018 da Federação Internacional de Jornalistas Agrícolas (IFAJ), realizada no Instituto de Pesquisa da Universidade de Wageningen, na Holanda, a professora observou que África tem vastas terras férteis para a agricultura, mas falta de investimento e vontade política em explorar esses potenciais.


"Há mais terras férteis para actividades agrícolas em África, mas o que você vê no momento?", questionou. Louise Fresco revelou que África tem menos de 4% de sistema de irrigação para apoiar as suas actividades agrícolas, muito diferente da China, onde 40% das fazendas são irrigadas.


"Que ninguém diga que não há potencial na agricultura africana. Isso não é verdade: África tem muito potencial para a agricultura", disse. O continente africano detém cerca de metade da terra fértil e ainda não utilizada do mundo. A ironia disso é que África ainda gasta US $ 25 bilhões por ano com a importação de alimentos.

 

A professora é da opinião que os agentes da indústria e os governos no continente não fizeram muito para desenvolver as potencialidades do sector agrícola. Assim, sugere aos líderes políticos e investidores que explorem as numerosas oportunidades que existem nos sectores agrícolas, ao mesmo tempo que desafia os jornalistas agrícolas a colocarem o prémio nos relatórios sobre agricultura. O Congresso Dutch Roots do IFAJ deste ano foi representado por 50 países.

 

Richmond Frimpong & Agrojornal
Classifique esta notícia
Deixe um comentário
Nome*
Email*
Telemóvel
Comentário*
Postar comentário
Agenda
D
S
T
Q
Q
S
S
Encontre-nos no Facebook
Página Inicial

Agrojornal portal de notícias direccionado ao sector agrícola angolano, especializado em informação técnica e de mercado dos sectores do agronegócio.